10 Dicas sobre a Troca de Óleo do Carro

A troca de óleo do carro faz parte da manutenção periódica de todos os veículos. Existem centenas de oficinas de Trocas de Óleos em BH que utilizam diferentes marcas e produtos para colocar óleo no motor e cada um deles tem uma durabilidade particular, porém vale a pena prestar muita atenção na hora de contratar este tipo de serviço, nem sempre a oficina com troca de óleo com bom preço seja a ideal e confiável.

► Dicas Para Limpeza Do Carro Durar Mais Tempo
Dicas para preservar a embreagem do automóvel
Quando devo trocar a correia dentada?

A troca de óleo do carro é importante para a durabilidade da vida útil de seu automóvel. Você sabia que é esse óleo é responsável por manter o motor sempre lubrificado trabalhando sem ruídos no motor, reduzindo o superaquecimento, falhas na partida, perda de potência e aumento no consumo de combustível.

Por tudo isso, trocar óleo do carro ajuda a evitar acidentes e salva vidas. Quer entender por quê? Então, siga a leitura.

1. Consulte o manual do carro

10 Dicas sobre a Troca de Óleo do Carro
Você sabe quando fazer a troca de óleo do carro?

Para descobrir a data certa da troca de óleo do carro, consulte o manual do proprietário do veículo (aquele livro que geralmente fica dentro do porta-luvas).

Raladinha nas rodas tem conserto e não fica caro!
► Freio do Carro – Dicas e Cuidados importantes
► Maior Pneu de Motocicleta do Mundo

2. Identifique o óleo certo para seu carro

Quando for fazer a troca de óleo do carro, você vai precisar cuidar para sempre usar o produto específico para o seu veículo, seja ele de base mineral, semissintética ou sintética.

Nunca misture óleos diferentes, pois isso prejudica o funcionamento do seu motor.

Além disso, o lubrificante tende a perder a viscosidade com os meses e esse é um fator importante para a conservação das peças.

Motor sem lubrificante ou que está com viscosidade baixa gera atrito nas peças, diminuindo a vida útil e potência do motor.

3. Não perca o prazo para realizar a troca

O tempo exigido para a troca varia de acordo com a base do óleo.

Normalmente, ela deve ocorrer a cada cinco mil quilômetros para óleos de base mineral, dez mil para semissintético e vinte mil para sintético.

► Direção hidráulica – Dicas e Cuidados
► Dicas para alinhamento e balanceamento
► 10 dicas para que os pneus do seu carro durem mais

Por isso, é colado aquele adesivo na área interna do parabrisa, informando a quilometragem da última troca e quando deve ser realizada a próxima.

Caso você não faça essa troca de óleo do carro no prazo estipulado, o veículo pode começar a apresentar falhas leves, como um aumento gradativo no consumo de combustível.

Se nada for feito, surgem as falhas graves, como o superaquecimento ou até mesmo a fundição do motor.

4. Fique atento às condições que reduzem o prazo para troca

troca oleo carro condicoes de troca
Há fatores que alteram o prazo

Em linhas gerais, o período para a troca de óleo do carro é de 5 mil a 20 mil quilômetros ou seis meses. A recomendação vale, é claro, para quando o carro estiver em perfeitas condições.

No entanto, quem fica preso por muito tempo em engarrafamentos, utiliza o carro na estrada com frequência ou mora em regiões muito quentes, precisa ter cuidados redobrados.

Nessas situações, é natural que os prazos e a quilometragem exigida caiam até pela metade da média.

5. Cuide das enchentes

Outro fator que você precisa ter cuidado é caso seu carro tenha passado por uma enchente. Em situações de alagamento, por precaução, é importante verificar o nível do óleo.

Não é raro que tenha que ser realizada a troca antes do prazo previsto.

6. Espere o motor esfriar ao checar o óleo

Se desejar verificar o nível do óleo por conta própria, há cuidados a adotar.

Em primeiro lugar, é importante que você esteja com o motor desligado por pelo menos uns cinco minutos. Isso evita que o óleo ainda esteja quente demais, causando acidentes.

► Como cuidar dos pneus do seu carro?
► 5 Dicas Para Evitar o Desgaste dos Pneus

7. Procure conferir o nível do óleo em locais planos

troca oleo carro verifique nivel
O carro precisa estar em um local plano antes de você puxar a vareta do medidor

O que acontece é que o veículo estava rodando e parte do óleo subiu para o motor para lubrificar as peças.

Esse tempo de pelo menos cinco minutos é necessário para o óleo retornar à posição ideal, proporcionando uma medição correta.

Antes disso, obviamente, vai parecer que seu veículo está com menos óleo do que realmente possui.

8. Conheça a melhor hora de checar o óleo

Para obter condições ideais de temperatura e quanto a outros fatores que possam atrapalhar a medição, a recomendação é que a verificação do óleo seja feita antes de ligar o carro.

Pode ser logo pela manhã, antes de sair para o primeiro compromisso do dia.

9. O jeito certo de verificar o nível do óleo

Ao fazer a verificação, tenha uma flanela ou até mesmo um papel higiênico à mão, pois precisará limpar a vareta.

Então, para verificar o óleo, primeiro retire a vareta de medição do óleo e a limpe. Lembre-se de não deixar resíduos de papel ou pano na vareta, pois isso suja o óleo do seu veículo.

Coloque a vareta limpa no medidor e retire-a novamente.

Dessa vez, você terá a real medida de óleo.

Existem duas marcações na ponta da vareta: uma indica o mínimo e outra que indica o máximo de óleo. O ideal é que a marca do óleo esteja no meio das duas marcações.

Quanto mais baixo for o nível do óleo, mais próximo à ponta fica o óleo. Se a marca estiver abaixo do mínimo, significa que chegou a hora da troca de óleo do carro.

Se ultrapassar a marca máxima, é necessário drenar óleo para não estragar o cárter.

10. O que a textura e a cor revelam sobre o óleo

troca oleo carro textura e cor
Existem alguns mitos por trás da cor e da textura do óleo

Um dos mitos que costumam circular é de que o óleo escuro indica que precisa ser trocado.

Na verdade, essa cor escura quer dizer que o óleo está desempenhando muito bem sua função, que é limpar as peças do motor e lubrificá-las.

Outro fato importante é a textura. Quando o óleo está quente, ele fica mais fino. Você pode reparar isso em outros óleos.

Por exemplo, com o óleo de cozinha, quando ele esquenta a textura dele fica mais fina. Isso não quer dizer necessariamente que o óleo esteja ruim, mas sim que foi verificado no momento errado.

Via: doutormultas

2 thoughts on “10 Dicas sobre a Troca de Óleo do Carro

  1. Pingback: 7 Dicas para escolher o pneu ideal para o carro

  2. Pingback: Como viajar em segurança e sem preocupação?

Deixe uma resposta